Fundamental I

A partir de 6 anos de idade

Do 1° ao 5° ano

O fundamental 1 compreende crianças com idade de 6 a 11 anos, fase em que ocorrem diversas mudanças na organização do pensamento infantil. Nesta fase incentivamos o pleno domínio da leitura, da escrita e do cálculo, a compreensão do ambiente natural e social, do sistema político, da tecnologia, das artes e a vivência de atitudes e valores humanos, cristãos, essenciais à formação básica do cidadão.

AVALIAÇÃO PARA O ENSINO FUNDAMENTAL

Entendida como um processo contínuo, diagnóstico e interativo, a avaliação constitui-se num espaço de reflexão sobre o nível de qualidade do trabalho escolar. Visa garantir as competências e habilidades necessárias para que o educando seja construtor do próprio processo de aprendizagem. Nessa perspectiva, consideramos que tendo histórias de vida diferentes, os educandos aprendem de formas diferentes, desse modo, o nosso processo avaliativo procura oferecer aos alunos a oportunidade de levantar hipóteses, analisar, criticar, opinar, construir conceitos.

O nosso ano letivo passa a ser composto por 03 (três) períodos denominados unidades, para os cursos Ensino Fundamental (2º ao 9º ano) e Ensino Médio.

Os alunos continuam sendo avaliados conforme os aspectos legais previstos na LDB (Lei de Diretrizes e Bases) nº 9394/96 e a proposta curricular da escola no que concerne aos aspectos quantitativos e qualitativos, oferecendo ao educando diversas modalidades de avaliação sob a denominação de avaliações parciais e globais, tais como: produções orais e escritas, atividades individuais e em grupo, projetos interdisciplinares e avaliações escritas.

Cada unidade será avaliada numa escala de zero (0,0) a dez (10,0) pontos, as avaliações parciais totalizam 50% da unidade e as globais, 50% em cada componente curricular.

Será aprovado para o ano (série) subsequente ou considerado concluinte de curso, o aluno que obtiver frequência igual ou superior a setenta e cinco (75 %) por cento do total de horas letivas e que, quanto ao aproveitamento, totalizar, no mínimo, sessenta (60,0) pontos, alcançando média anual igual ou superior a seis (6,0), em cada componente curricular.

O cálculo para apuração da média final será efetuado conforme a seguinte fórmula:

MF = ((TP1 X 3) + (TP2 X 3) + (TP3 X 4))/10

MF = MÉDIA FINAL | TP = TOTAL DE PONTOS DA UNIDADE

NA REALIZAÇÃO DAS AVALIAÇÕES

- O calendário das avaliações globais (provas) e o das avaliações parciais (testes) serão divulgados pelo SOP (Serviço de Orientação Pedagógica), através de um horário afixado nas salas e pela Internet.

- As demais avaliações parciais serão marcadas pelo professor da disciplina.

- O atraso às avaliações não justifica 2ª chamada.

- O aluno flagrado “colando” ou proporcionando “cola” ao colega, ambos, terão suas avaliações recolhidas e anuladas.

- Qualquer erro no resultado, o aluno terá 48 horas para solicitar, ao professor, revisão da avaliação.

- Não aceitamos reclamações de unidades anteriores.

- Somente a Coordenação pode autorizar a 2ª chamada.

- Estude regularmente, não acumule assuntos para estudar no período das provas; só assim terá mais sucesso nas suas atividades escolares.

2ª CHAMADA

É concedida 2ª chamada ao aluno que justificar falta a qualquer atividade avaliativa, mediante documento comprobatório de doenças, luto ou motivo de força maior, no prazo de 72 horas.

A avaliação de 2ª chamada será aplicada no final da unidade, envolvendo todo o conteúdo abordado nesse período.

Ficam excluídas da 2ª chamada, as avaliações da 4ª unidade, pelo espaço exíguo de tempo que antecede aos Estudos de Recuperação.

Para submeter-se a 2ª chamada de avaliação de aproveitamento escolar, o aluno ou seu responsável deverá requerê-la, previamente, ao Estabelecimento e pagar antecipadamente a taxa referente a 10% da parcela vigente, conforme contrato de prestação de serviço assinado no ato da matrícula.

RECUPERAÇÃO FINAL

Os estudos de Recuperação Final irão se realizar após o encerramento das atividades pedagógicas desenvolvidas durante o ano letivo e se destinam aos alunos que não tiveram obtido média seis (6,0) no somatório das quatro unidades.

Será aprovado o aluno que obtiver média seis (6,0) em cada disciplina das que se submeteu a estudos e provas de recuperação.

O Colégio estabelecerá a taxa para os Estudos de Recuperação, a ser paga no ato da inscrição, destinada a pagamento de aulas extras aos professores, conforme dispõe o Contrato de Prestação de Serviços Educacionais.